Repórter de Jacksonville encontra conforto nos sinos da faculdade enquanto filmava a história do coronavírus