Os filmes gays de Natal da TV no Lifetime e no Hallmark são tão benignos, charmosos e clichês como sempre esperamos que fossem