“Filip Leu”, o livro | Vida tatuagem